4 exemplos para você entender, na prática, até onde vale a pena investir em tráfego pago na sua empresa.

Que tal começar esse texto já respondendo a pergunta do título acima? 

 

Não. O tráfego pago não é o futuro. 

 

Sabe por quê? Porque o tráfego pago está cada vez mais caro de se investir. E você vai finalizar essa leitura entendendo detalhe por detalhe deste assunto. 

 

Aqui na Base Viral nós investimos no Facebook ads e Google Ads há mais ou menos 10 anos e não teve um ano sequer que o preço do lead não encareceu. 

 

Isso acontece simplesmente pelo fato de que as pessoas estão cada vez mais conectadas à internet. 

 

Vamos refletir: cada vez mais pessoas estão usando computador, celular, aderindo e utilizando, com mais frequência, as redes sociais e sites. Ainda mais com a pandemia, que de certa forma obrigou as pessoas a se adaptarem às atividades online.

 

De certa forma há mais público nesse mundo digital. Porém, em contrapartida, há mais pessoas querendo anunciar nesses lugares.

 

E é por isso que o preço sobe. 

 

Quanto maior a demanda, maior o preço. E isso é uma regra natural do mercado.

 

Então como fugir de um sistema de mercado que está completamente dependente da força do tráfego pago? 

Neste vídeo acima eu te explico, como se tornar independente da força dos anúncios online, ou seja, do Facebook ads e do Google ads.

 

A resposta para essa pergunta está no pós-venda. 

 

É por este motivo que sempre frisamos a importância de investir na melhoria da experiência do seu cliente. Não abandoná-lo após o fechamento da compra. 

 

O pós-vendas é o novo vendas.

 

No Brasil, o pós-vendas não é muito explorado, como na maioria das empresas norte-americanas.

 

Um programa de indicação é um exemplo de estratégia utilizada no pós-vendas. Essa estratégia funciona a partir das indicações que seus atuais clientes fazem. Clientes estes que já estão ativos na sua base e que já passaram por uma venda.

 

Eles indicam outros clientes e você dá uma recompensa por esta indicação apenas como forma de agradecimento, justamente porque indicar já é algo natural do ser humano. 

 

Quer ver? 

 

Tu foi a um estabelecimento X que gostou do atendimento, então provavelmente vai indicar a alguém. 

 

Foi a um médico X e gostou. É provável que fale bem dele para outras pessoas…assim como se você não gostar, é esperado que comente sobre isso com as pessoas também. Seja não indicando ou apenas compartilhando a experiência desagradável que teve.

 

Quando falamos de um programa de indicação, isso tudo é muito bem pensado. Desde a mecânica do programa, até a própria escolha da recompensa. 

 

Poucas pessoas utilizam disso, do pós-vendas e da experiência de compra, para gerar ainda mais satisfação e prazer para o seu cliente. 

 

Poucas pessoas usam do pós-vendas para gerar outras vendas ou para fidelizar o seu cliente. Até porque se você é empresário, sabe que é mais difícil manter um cliente do que conquistar um.

 

As pessoas acham que a principal tarefa a ser feita, e que deve ser feita com sucesso, é captar o cliente e vender pra ele.

 

“Se eu vendi, meu trabalho está feito”.

 

As coisas não são assim (ou pelo menos não deveriam ser).

 

Então o que é, de fato, o pós-vendas? 

 

O pós-vendas nada mais é do que algumas atitudes que você e sua equipe de vendas tomam após a venda ser concluída para que vendas futuras possam acontecer com o mesmo cliente e você fidelize ele.

 

O pós-vendas é você adquirir mais clientes encurtando o funil, aplicando o upsell e cross sell, por exemplo. 

 

O pós-vendas é a preocupação com um bom atendimento, é a preocupação em atendê-lo da melhor forma possível para que ele goste e para que ele te indique aos amigos e familiares dele. 

 

Se tu parar pra pensar, as maiores empresas do mundo aplicam o pós-vendas de maneira massiva. É algo tão natural que acabamos não percebendo.

 

Vamos exemplificar aqui com uma marca super conhecida e utilizando o método que é a nossa especialidade aqui na Base Viral: a Tesla e o marketing de indicação.

 

Como as empresas faturam milhões por meio do Marketing de Indicação

 

Tesla:

A Tesla é uma marca automobilística que usou por muito tempo programas de indicação para adquirir mais clientes. 

 

Amazon:

A Amazon, plataforma de compras online, simplesmente acabou com o ramo das livrarias, oferecendo milhares de obras por preços acessíveis e títulos de qualquer lugar do mundo.

 

Ela é uma das maiores empresas de entrega do mundo inteiro e usa até hoje o marketing de indicação para aumentar o faturamento. 

 

Uber: 

A empresa de viagens, logo que começou, cresceu e ganhou reconhecimento através do próprio programa de indicação.

 

Dropbox:

A ferramenta de armazenamento de arquivos é a maior do mundo e também usa marketing de indicação no aumento de vendas. 

 

Quando você pensa nessas empresas, consegue perceber que todas elas se preocupam com o pós-vendas e se interessam em saber como foi a experiência do cliente? 

 

Seja através de um e-mail, um SMS… mas elas se fazem presentes. Elas se preocupam em saber se a sua experiência após o fechamento da venda foi boa e satisfatória. Se preocupam em te agradar e em fazer uma entrega valorizada. 

 

Eles querem que seus serviços ou produtos sejam bem entregues, querem que seja uma baita de uma experiência para você se fidelizar a eles e querem que você indique mais amigos. 

 

Eles fazem de tudo para agregar valor ao produto e usam estratégias para vender para o mesmo cliente e adquirir mais clientes através dos que já fazem parte da sua carteira.

 

Mas porquê se preocupar e investir tanto no pós-vendas?

 

Porque essas empresas perceberam que é muito mais fácil vender para um cliente que já comprou deles do que conquistar um cliente novo.

 

O pós-vendas entra exatamente nesta hora. Com o objetivo de fidelizar o cliente e trazer mais clientes para fidelizá-los também. 

 

Isso é algo incrível que o marketing de indicação proporciona por ser uma recomendação. Pode ser de um amigo, de um familiar ou de alguém que tu já confia.

 

É como se essa pessoa estivesse emprestando a credibilidade dele mesmo pra você. 

 

Então se a empresa não for boa, se a tua experiência não foi boa em determinado local, dificilmente tu vai reclamar com a própria empresa apenas. Você provavelmente vai comentar com seu amigo sobre isso, com um familiar que seja. Mas tu vai falar “Poxa cara, tu me indicou aquela loja lá e eu não curti não. Achei o produto de baixa qualidade, não gostei do atendimento…”

 

Enfim, você vai falar com a pessoa que te indicou aquilo, isso é fato. 

 

Então quando as empresas brasileiras perceberem o poder do pós-vendas, elas vão começar a vender muito mais e a investir nisso ao invés de gastar rios de dinheiro investindo no tráfego pago.

 

Até porque este é o segredo para fugir do tráfego pago, fugir desse estilo de negócio que está cada vez mais caro e que não é o futuro, como muitos pensam. 

 

As empresas brasileiras precisam entender que o pós-vendas é a melhor e mais produtiva saída para fidelizar clientes, colocar o marketing de indicação em ação e aumentar o faturamento do teu negócio.

 

E com isso, quando você foca em melhorar a experiência do cliente, o que vai acontecer? O CAC da empresa vai diminuir e outras empresas do país inteiro vão ter a oportunidade de adquirir mais clientes por um preço muito menor do que o do tráfego pago. 

 

Lembrando que CAC é o valor que você gasta para efetuar uma venda. Este é o valor limite que você pode investir na escolha da recompensa para o seu cliente quando ele faz uma indicação.

 

Os empresários conseguirão vender muito mais para o cliente que eles já têm, consegue entender? Isso tudo independente do life time value. 

 

E é por isso que torno a repetir que o tráfego pago não é o futuro. O marketing de indicação e o pós-vendas, de maneira geral, vão ser alavancas de vendas em todas as empresas que entenderem e conseguirem visualizar isso. 

 

Uma alavanca é aquilo que você coloca uma força pequena e tem um resultado gigantesco. 

 

Quando falamos de alavancas de vendas, falamos de atitudes pequenas que fazem muita diferença no ato de compra do seu cliente. 

 

Todas as empresas que crescem muito e que já são reconhecidas no mercado mundial, fazem uso do marketing de indicação e se preocupam com o pós-vendas, entendendo que ele é o novo vendas. Essa é a nova e melhor forma de vender: investindo na melhoria da experiência do seu cliente.

 

Então foque na sua empresa com o objetivo de fidelizar cada cliente que entra pela sua porta. Ofereça o melhor que há para ele. Se faça presente antes, durante e depois da venda. 

 

Desta forma você consegue mostrar que a sua única preocupação é aumentar o prazer dele em comprar contigo. 

 

CONSULTORIA VENDAS POR INDICAÇÃO

(Exclusivo para empresas que faturam acima de R$ 1 milhão ano)

Conheça a consultoria Vendas Por Indicação da Base Viral, somos os maiores especialistas do Brasil no assunto. Mais de 350 empresas atendidas e mais de R$ 45 milhões colocados no bolso dos nossos clientes.

Clique aqui e definitivamente crie um canal de vendas previsíveis, utilizando apenas os seus clientes atuais sem precisar gastar mais em anúncios nem contratar ferramentas caras.  Poucas vagas disponíveis!

 

CURSO CRIANDO CLIENTES VENDEDORES

(Para empresas e profissionais que faturam abaixo de R$ 1 milhão ano)

Clique aqui e conheça o curso CCV – Criando Clientes Vendedores

 

Me acompanhe nos outros canais:

Instagram, LinkedIn, YouTube e Telegram

Tráfego pago é o futuro?

Curtiu? Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados

CONSULTORIA

Quer ter a ajuda do maior especialista do Brasil em Vendas Por Indicação no seu negócio?

Conheça a nossa consultoria para empresas.