Marketing de Indicação nas vendas de final de ano

Marketing de Indicação nas vendas de final de ano

O final do ano chegou e com ele a oportunidade de alavancar as vendas, afinal, é a melhor época para isso. No entanto, surgem diversas dúvidas de como fazer para aumentar as vendas e o Marketing de Indicação é uma das maneiras que podem (e deve!) ajudar. Confira o artigo.

Vendas de final de ano é o assunto de hoje aqui no blog. Afinal, o Natal e Ano Novo já estão batendo na porta e, com eles, a oportunidade de alavancar as vendas, aproveitando o momento em que as pessoas estão mais propícias ao consumo. 

Em resumo, são datas que trazem a tradição da reunião familiar, junto com o início e fim de um ciclo, mesmo que seja apenas de forma representativa. 

Nesta época, as pessoas já estão em ritmo de férias (pelo menos boa parte delas) e estão se programando para utilizar seus bônus e benefícios para comprar presentes para amigos e família. 

No entanto, não podemos esquecer que os últimos tempos não têm sido bons, sobretudo, na questão das vendas. Algumas modalidades caíram vertiginosamente, enquanto outras aproveitaram o momento e se redescobriram diante da crise. 

Seja qual for a modalidade, produto ou serviço que as pessoas atuam, as Vendas de Final de ano são a grande oportunidade para gerar feed tanto no faturamento quanto no relacionamento. 

E como não poderia ser diferente, o Marketing de Indicação é um grande aliado nas Vendas de final de ano. Continue acompanhando. 

 

Preparação: Fundamental para as Vendas de final de ano

 

Das duas à uma. Se o ano não foi tão bom, o final de ano pode ajudar. Por outro lado, se o ano foi positivo, elas ajudam a consolidar os resultados. 

Mas para que os resultados sejam positivos de uma forma ou de outra, é preciso planejamento e investimento de tempo e em estratégias coerentes. 

Levando em consideração que nós, brasileiros, estamos sempre em busca de preços baixos e descontos, a criação de promoções sempre acaba sendo a melhor alternativa para o aumento do ticket. 

No entanto, será que apenas essa é a melhor alternativa? Com certeza as ofertas e promoções acabam sendo o agente motivador para as Vendas de final de ano alavancarem os números quantitativos.

Mas você já parou para pensar que, além do aumento das vendas de forma sazonal, é uma grande oportunidade de fidelizar clientes antigos e angariar novos? 

Levando em consideração que praticamente todos têm um smartphone nas mãos, a chance dele dissipar informações positivas sobre o seu negócio a amigos e parentes é grande. 

Esse fator é determinante para as pessoas tomarem decisões de compras e essas decisões são potencializadas quando informações são vindas de outros consumidores. 

O Marketing de Indicação é uma poderosa ferramenta para o aumento das Vendas de final e também para a manutenção de antigos e novos clientes. 

Nós vamos chegar lá, mas antes vamos falar sobre alguns detalhes que podem ajudar nessa alavanca. 

 

Qualificação da equipe de venda

 

No final do ano, mais do que nunca, é fundamental que a equipe esteja alinhada e capacitada com as estratégias de venda. 

Para que isso aconteça, o planejamento prévio e a motivação da equipe é imprescindível. Portanto, dedique e invista tempo na qualificação dos colaboradores, aproveitando a demanda da época e o leque de possibilidades que ela abre. 

É hora de municiar a equipe com informações sobre os produtos e serviços da empresa, certificando sobre as técnicas de argumentação para atender os clientes e suas objeções. 

Tudo feito, é hora de acompanhar o andamento dessa capacitação, garantindo que os clientes tenham um atendimento de qualidade. Esse atendimento será imprescindível para a aplicação de outras estratégias, principalmente do Marketing de Indicação. 

 

Amplifique a divulgação das Redes Sociais

 

Para as Vendas de final de ano, a retórica da divulgação nas redes sociais não foge à regra. Há tempos elas se tornaram uma das principais ferramentas para as vendas e não dá para abrir mão, principalmente nesse momento.

Seja em empresas físicas ou online, é importante que campanhas sejam feitas nos meios digitais, principalmente porque são mais assertivas em relação à métricas e público-alvo. 

Por isso, não se pode esquecer de planejar suas postagens nas redes, tanto os anúncios como publicações de forma orgânica, nunca se esquecendo das ações de engajamento para envolver a persona. Um jeito relativamente simples da sua marca chegar aos potenciais clientes e claro, ser lembrada.

Nesse período em que todos esperam um aumento nas vendas de final de ano, uma das vantagens do Marketing de Indicação é justamente a capacidade dele se adaptar a diferentes estratégias. 

 

Como utilizar o Marketing de Indicação com as Redes Sociais

 

As redes sociais são os canais onde o Marketing de Indicação tem grande eficácia e simplicidade na hora de desenvolver sua estratégia. Se o objetivo for com que seus clientes sejam promotores da sua marca, o foco deve ser justamente nesse tipo de ação.

Se você possui uma base fiel de clientes, melhor ainda, pois é quase que natural que as pessoas compartilhem informações positivas sobre o seu produto e serviço. 

E por que elas fazem isso? Simples. Porque atualmente, as pessoas que já tem o senso natural de indicar coisas boas às outras, todo mundo está envolvido de alguma forma nas redes sociais. Ou seja, quando ela se sente satisfeita, ela indica e divulga sua marca naturalmente. 

Isso acontece principalmente através dos aplicativos de mensagens, que fazem parte de uma verdadeira revolução. Afinal, quem ainda não faz uso deles, não é mesmo?

Portanto, não há melhor momento como esse para você investir no marketing de indicação por meio das redes sociais. Afinal, a maioria dessas plataformas oferecem esse meio de interação, como o Facebook Messenger, Instagram (Direct Messages) e o mais popular entre todos, o WhatsApp.

Este último, merece um destaque. Dados atualizados o apontam como o aplicativo de mensagens mais popular do Brasil. O sucesso do WhatsApp é tão estrondoso que gerou até uma versão exclusiva para empreendedores, o WhatsApp Business.

Confira algumas dicas de como utilizar os aplicativos a seu favor nas vendas de final de ano. 

 

1 – Informações da legenda

 

Apesar das imagens serem o foco, principalmente se elas forem de boa qualidade, só isso não é o suficiente. É preciso saber descrever os benefícios do seu produto ou serviço na legenda.

Abuse da criatividade e na forma de envolver seu público com legenda, tomando cuidado com informações diretas e genéricas, que dão toda a informação, anulando assim a possibilidade do engajamento. 

Utilize pequenas histórias, de forma curta e direta para aguçar o imaginário do seu público. Isso aumenta muito a chance de compartilhamento e indicação pelos seus seguidores. 

 

2 – Consistência nas postagens

 

O Marketing de Indicação para as vendas de final de ano funciona muito melhor utilizando as redes sociais, desde que seja feito com consistência. 

Ou seja, nada de fazer apenas uma postagem no mês e esperar que a mágica aconteça. É importante fazer um planejamento periódico e acompanhar as métricas de melhor dias e horários de engajamento. 

Além de, é claro, sempre responder às dúvidas nos comentários e através das mensagens privadas. 

 

3 – Conteúdo de qualidade sempre

 

Analisar o comportamento e o perfil dos clientes é uma das principais maneiras de aplicar o Marketing de Indicação nas vendas de final de ano. Portanto, estude seu público. 

Observe como eles se comunicam, adapte sua linguagem e invista no conteúdo que se assemelha com a do seu cliente. Sempre analisando o comportamento e como eles reagem a determinados tipos de postagens. 

 

4 – Mostre suas qualidades

 

As redes sociais têm o poder indiscutível de multiplicar informações em curtos espaços de tempo. Imagine o potencial do seu produto ou serviço ser mostrado em larga escala? É esse o poder que você tem nas mãos. 

Não abra mão de mostrar as peculiaridades e qualidades que você tem a oferecer com o seu negócio e publique as provas sociais e a satisfação dos seus clientes.

 

Aplicando o Marketing de Indicação na estratégia de vendas de final de ano

 

89% das pessoas são propensas a indicar, no entanto, apenas 29% chegam a indicar. Se você acompanha o blog, eu sempre falo sobre esses dados. 

Ou seja, a maioria das pessoas não organizam a estratégia de vendas por indicação. Isso significa que de cada 10 clientes que são assíduos no seu negócio, apenas 3 chegam a indicar sua marca para amigos, colegas e familiares.

Eu sempre dou um exemplo clássico explicando o motivo que isso acontece. Separe um tempo para ler este artigo, no qual eu dou dicas de como melhorar as vendas somente por indicação.

De verdade, somos bombardeados a todo momento com informações de consumo durante boa parte do nosso dia e ainda não estamos preparados para digerir tanta informação assim.

Então, se você quiser receber mais indicações para alavancar suas vendas de final de ano, você precisa criar um diferencial para garantir que sua estratégia ou programa de indicação seja lembrado, estimulando ao seu cliente passar essa informação para frente.

Além disso, é importante que seu programa de vendas por indicação seja bem estruturado, pois é muito comum que alguns programas sejam estruturados com alguns erros clássicos.

Vamos ver alguns.

 

Falha na divulgação

 

Lembra que eu falei lá em cima sobre as dicas de utilização das redes sociais? Pois é. Chegou a hora de utilizá-las, pois um programa de indicação não vai funcionar se ninguém sabe que ele existe. 

Por isso, seja claro quanto na hora de divulgar seu programa. Tanto no que diz respeito aos benefícios quanto na mecânica dele. Ou seja, é preciso que o participante saiba como fazer e o que vai receber em troca pela indicação. 

Parece meio óbvio, não é? Porém, muitas empresas simplesmente não sabem como fazer para dar clareza ao programa, mesmo ele sendo eficaz na teoria. 

 

Recompensa que não é atrativa

 

Por mais promotores que sua marca tenha e por mais fiéis que sejam seus consumidores, as pessoas simplesmente não têm tempo para gastar com algo que não seja viável de alguma forma. 

A chave da sua estratégia deve ser sempre a manutenção da satisfação do seu cliente e que coloque ele disposto a indicar sempre. 

Percebeu a importância de conhecer o seu cliente e saber o que o agrada?

Neste momento, é preciso dar em troca algo que ele queira muito e que seja viável na hora dele indicar a clientes novos. Tomando cuidado para que a recompensa não seja maior do que aquilo que realmente você pode oferecer. 

Neste momento, vale um bom programa de pontos, descontos crescentes e até brindes, caso seja efetivada a indicação e convertida em vendas. 

 

Mecânica complexa

 

Na internet, tudo tem que ser dinâmico e ágil. Sobretudo quando o tempo é escasso, como no final do ano. 

Mesmo na hora de fornecer algum tipo de benefício. Com tantas informações disponíveis na rede e ofertas, aposte sempre na rapidez e com o mínimo de trabalho possível.

Seus clientes provavelmente não gostam de perder tempo ou cumprir muitas etapas para conseguir alguma coisa, mesmo que seja algum tipo de benefício.

Por exemplo, não caia no erro de utilizar formulários longos ou pedir para acessar links suspeitos.

Essas práticas não são relevantes para o seu programa de indicações em nenhum momento, pois desestimula seu cliente a participar do seu negócio.

Utilize formulários simples e diretos com informações relevantes e links de confiança se essas forem opções da sua escolha.

 

Otimizando sua estratégia de Indicação para as vendas de final de ano

 

É importante lembrar que o principal você já tem – o cliente. Neste momento, você tem que aproveitar a afinidade que ele tem com você, com seu produto ou com o seu negócio.

Agora, é o momento de investir no relacionamento e na otimização do atendimento, na maneira de tratar os consumidores e na utilização da tecnologia para deixar a transação mais rápida e confiável.

Separei mais algumas dicas para dar a você:

 

Empatia no atendimento

 

É preciso ter cuidado com o efeito inverso das indicações. 

Faça um exercício. Lembra aquele serviço que deixou você insatisfeito ou de um atendimento que deixa você super descontente?

Provavelmente você não vai voltar lá, não vai utilizar os serviços e muito menos indicar para seus amigos, não é verdade?

Por isso é importante que você ofereça o seu cliente através de um atendimento de excelência, de acordo como você gostaria de ser atendido.

Trate seu cliente em seu canal de atendimento como VIP, de forma personalizada e com sensação de exclusividade.

 

Faça da venda uma experiência para seu cliente

 

Surpreender sua base para manter a empresa em suas mentes e reforçar os seus valores é investir na experiência do cliente.

Experiência exige flexibilidade nas negociações, pois cada cliente tem suas próprias circunstâncias, problemas e imprevistos.

Vamos supor que você tenha um e-commerce de vestuário, sua política de devolução é de 30 dias, mas o cliente não conseguiu devolver o produto por estar fora da cidade ou outro motivo.

Ao invés de recusar essa devolução, faz mais sentido você aceitá-la e oferecer um reembolso ou crédito. Seu cliente se sentiria mais satisfeito, confiante e propenso a voltar a fazer negócios com você no futuro. Ainda mais – indicar você a novos clientes. 

Portanto, invista na boa vontade e na flexibilização na busca por fidelidade e indicações nas vendas de final de ano. 

 

Continue no pós-venda

 

Um dos erros mais recorrentes que a maioria das empresas cometem é achar que, após a venda, o trabalho está concluído.

Com o mercado altamente competitivo que temos hoje, desenvolver o pós-venda é tão necessário quanto convencer o cliente a fechar o negócio pela primeira vez.

Essa é a verdadeira importância das Vendas por Indicação. Estar presente depois da venda demonstra para o cliente o seu interesse no sucesso dele.

Telefonemas ou até mesmo reuniões presenciais de follow-up devem ser feitas regularmente.

O follow-up é uma excelente maneira de medir o nível de satisfação do cliente, pedir feedback, oferecer suporte técnico e esclarecer dúvidas quanto ao funcionamento do produto ou serviço.

Você também pode utilizar esse momento para educar seus clientes com material e informações de qualidade, relevantes para as suas necessidades.

Importante lembrar que alavancar as vendas de final de ano é uma oportunidade para fazer seu negócio crescer nos outros meses. 

Afinal, um ano de doze meses não pode ser limitado apenas por alguns dias. Nenhum negócio sobrevive a isso. Faça seu motor girar na máxima rotação durante esse período para que ele mantenha a velocidade constante durante todo o ano. 

 

 

Marketing de Indicação nas vendas de final de ano

Gostou do artigo? Deixe seu comentário ou entre em contato comigo que terei o maior prazer em ajudar você a alavancar de verdade os seus negócios.


E você? Já vende por indicação mas nunca incentivou seus clientes a indicarem? Sente que poderia estar vendendo muito mais através dos seus clientes?

CONSULTORIA VENDAS POR INDICAÇÃO

(para empresas que faturam acima de R$ 1 milhão ano)

Conheça a consultoria Vendas Por Indicação com Rodrigo Noll, a maior autoridade do Brasil no assunto. Mais de 350 mentorados satisfeitos e mais de R$ 45 milhões colocados no bolso nos seus clientes.

Clique aqui e definitivamente crie um canal de vendas previsíveis, utilizando apenas os seus clientes atuais sem precisar gastar mais em anúncios nem contratar ferramentas caras.  Poucas vagas disponíveis!

 
CURSO CRIANDO CLIENTES VENDEDORES

(para empresas e profissionais que faturam abaixo de R$ 1 milhão ano)

Clique aqui e conheça o curso CCV – Criando Clientes Vendedores

 

Me acompanhe nos outros canais:
InstagramLinkedInYouTube e Telegram

Curtiu? Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados

CONSULTORIA

Quer ter a ajuda do maior especialista do Brasil em Vendas Por Indicação no seu negócio?

Conheça a nossa consultoria para empresas.