5 dicas de como fazer networking com pessoas influentes

É isso mesmo. Hoje eu vou te dar 5 dicas de como fazer networking com pessoas influentes.

 

Quero começar te lembrando que com o networking você pode não só aprender mais, mas também se tornar uma referência, uma autoridade no teu segmento. 

 

Agora, para você que ainda não está familiarizado com o termo:

 

Networking nada mais é do que construir uma rede de contatos profissionais com pessoas da tua área. 

 

Pessoas que sabem, que ensinam e que de certa forma são exemplos para você.

 

Você interage e troca experiências. Isso ajuda muito não somente com conhecimento, mas principalmente para que você consiga expandir a sua rede de contatos. 

 

Resumidamente, te ajuda a ter muito mais sucesso. 

 

Com o networking você pode conhecer aquela pessoa que sempre admirou, por exemplo. É só saber como construir esse caminho. 

 

E qualquer pessoa, de qualquer segmento, pode fazer networking. Não há um limite de nicho. 

 

Quer um exemplo que está bem próximo de nós? O LinkedIn. 

 

O Linkedin é uma rede social em que o principal objetivo é fazer com que seus usuários conheçam cada vez mais pessoas influentes. 

 

Pessoas da tua área ou pessoas que possam auxiliar no reconhecimento das carreiras. 

 

No Linkedin você encontra diretores, auxiliares, estagiários, presidentes… todos os cargos, de todas as empresas! 

 

É uma rede social muito rica e que, com certeza, pode te ajudar a fazer um networking mais completo.

 

Ao encontrar alguém na rede social, você tem a opção de seguir ou se conectar com ela (ou ambos). Com isso você consegue acompanhar as publicações, as atividades, fotos… É como se fosse um facebook/Instagram, porém mais corporativo.

 

Mas é bom você entender que no networking, o que importa é a qualidade das tuas conexões, e não a quantidade. 

 

As conexões podem levar a parcerias e ao reconhecimento, por isso preze por profissionais cuja trajetória é válida para o que tu busca.

 

Outro ponto importante é que eu tô citando aqui uma rede social, mas hoje em dia, qualquer lugar é lugar de fazer networking. 

 

Uma palestra, uma feira, um evento, um jantar de negócios, faculdade, MBA… todos os lugares estão recheados de pessoas admiráveis, pessoas com histórias lindas e que são exemplo profissional para alguém. 

 

E é por esse e outros motivos que eu trouxe essas dicas para você.

 

Confira as dicas de como fazer networking com pessoas influentes.

 

O primeiro passo é:

 

  • Tenha clareza nos seus objetivos.

 

Sim. Você precisa conseguir visualizar e entender com clareza qual o seu objetivo com o networking.

 

Vou te fazer algumas perguntas básicas aqui e você vai anotando as respostas, ok?

 

Quais são as 2 ou 3 pessoas que te vêm à cabeça quando você pensa em networking? 

 

Porque você quer fazer networking com elas? 

 

O que tu pretende conquistar fazendo networking com essas pessoas? 

 

Essas são perguntas básicas de reflexão. 

 

Isso ajuda a enxergar melhor os seus objetivos e, com issovocê consegue entender a diferença entre uma rede de amigos de uma rede de contatos profissionais.

 

A segunda dica é:

 

  • Participe de eventos. 

 

Você precisa estar ligado aos eventos que a sua área está realizando. 

 

Palestras, feiras, cursos… tudo isso pode te ajudar (e muito) a conhecer pessoas influentes. 

 

Lembre-se: quem não é visto não é lembrado.

 

Quanto mais você participa de eventos assim, maiores as chances de ser lembrado e reconhecido.

 

São nesses lugares que muitas referências e autoridades são convidadas para palestrar, falar, ensinar… e você precisa não somente mostrar o seu interesse como literalmente estar ali para aprender. 

 

Assim, quando você conseguir contato com essas pessoas, vai saber do que está falando, vai saber quais os assuntos adequados para tratarem… isso é muito importante. 

 

Terceira dica:

 

  • Use e abuse das mídias digitais. 

 

Este pode ser um ponto complicado para alguns porque quando eu falo isso as pessoas já pensam que é preciso botar a cara ali no instagram e nos stories. 

 

Olha, eu não vou mentir que isso faz uma baita diferença sim. Mas se você não tem esse costume, comece aos poucos. 

 

Use as suas mídias digitais para se conectar com pessoas que vão agregar, que vão te ensinar e te influenciar positivamente. 

 

Você pode usar suas redes sociais para divulgar seus projetos, suas ideias….

 

Busque sempre atualizar e abastecer sua página, seja ela um blog ou um perfil no Instagram. 

 

É importante que as informações estejam em dia para que, se surgirem pessoas interessadas em se conectar contigo, elas consigam fazer isso com facilidade.

 

Sem contar que é muito importante publicar sempre. Com constância.

 

Mais uma vez aquela frase “quem não é visto, não é lembrado”. 

 

Se você tem uma rede social e não posta nada, como quer que as pessoas te conheçam? Como quer conhecer pessoas? Como as pessoas vão conseguir entrar em contato contigo e fazer com que você faça parte da rede de contatos corporativos dela?

 

Você pode fazer isso organizando um cronograma de postagens.

 

Por exemplo: 

 

“Toda segunda-feira vou falar sobre o assunto X” (e não precisa necessariamente você  botar a cara ali e falar).

 

Pode ser uma publicação de texto com imagens. Lembrando que se sua intenção é humanizar a sua empresa, o seu negócio, é importante que você comece a pensar na possibilidade de aparecer. 

 

Hoje em dia que tudo é robótico e digital, ter alguém que tira um pouco do próprio tempo para falar com outras pessoas nas redes sociais chama muito a atenção do público. 

 

Tira a sensação, para quem tá rolando sua página ali, de que é uma coisa automática e de que é um programa que posta as fotos automaticamente e pronto.

 

Então é bom ir treinando. 

 

Bom, a quarta dica que vamos falar aqui é:

 

  • Esteja disposto a ajudar.

 

Afinal, o networking nada mais é do que uma troca. 

 

Troca de experiências, de conhecimento… se você busca expandir a sua rede e contatar pessoas apenas quando você precisa, pode passar a ser conhecido como interesseiro e isso não é nada bacana. É bem prejudicial, inclusive.

 

Então esteja sempre disposto a ajudar, a doar o teu conhecimento, a participar de eventos, ocasiões, busque acrescentar também. 

 

Evite ir atrás apenas quando precisar.

 

Tenha atitudes empáticas. Se disponha sempre que enxergar que você pode acrescentar algo. 

 

E a quinta e última dica é:

 

  • Mantenha contato. Não suma! 

 

Não adianta nada você ter um monte de gente bacana e influente nas suas redes sociais ou na sua rede de contatos se você não conversar com eles, se você não troca uma ideia de vez em quando. 

 

O networking nunca acaba.

 

É uma ação que acontece todo dia, em vários lugares e ocasiões diferentes. Então é legal ter uma frequência de contato ali com aquelas pessoas. 

 

E como eu gosto de colocar em prática o que eu ensino, vou fazer uso do overdelivery aqui. 

 

O overdelivery é basicamente entregar mais do que prometeu.

 

E como eu disse que traria 5 dicas para você, vou te dar mais uma dica. A dica bônus!

 

  • Participe de grupos de discussão.

 

Se você buscar no Facebook, LinkedIn ou na internet de forma geral, vai encontrar grupos de pessoas que fazem mesa redonda, discussão, e até reuniões online para debater sobre diversos assuntos. 

 

É aí que você entra. 

 

Busque estar presente e participe. 

 

Essas rodas de conversa ajudam muito não só a expandir seu conhecimento, mas principalmente a mostrar no que você pode agregar. 

 

Mostrar os seus pontos fortes.

 

Eu mesmo participo de grupos no Facebook. 

 

Geralmente são grupos privados que você pede solicitação para participar e é uma rede de conhecimento tão grande que você não tem como não aprender e não ensinar.

 

Mas preste atenção: não seja aquele membro de grupo que só fica olhando.

 

Participe! 

 

Faça publicações e comentários produtivos. 

 

Mostre que você já palestrou, fala do assunto, ensine por lá da mesma forma que você ensina em um vídeo na rede social. 

 

Mostre para aquelas pessoas que tu tem muito a agregar e que tu quer aprender com todos eles também.  

 

Vou finalizar contando uma coisa muito bacana que aconteceu comigo. 

 

O dia que essas 5 dias de como fazer networking me proporcionaram a oportunidade de aparecer ao lado de Sean Ellis

 

Tem um cara que eu admiro muito, o Sean Ellis.

 

O Sean Ellis é a maior autoridade do meu mercado. Ou seja, é uma referência que eu tenho sobre o marketing e vendas.

 

Ele é autor de livros de negócios. E é o responsável por um dos maiores cases de programa de indicação da história: o case da Dropbox. 

 

E foi aí que eu pensei: “cara eu preciso aparecer do lado dele, eu preciso falar com ele, já que eu quero me tornar referência também.”

 

Sabe o que eu fiz? 

 

Eu baixei uma extensão do Google Chrome chamada Lusha

 

Com a Lusha, quando tu vai no perfil do Linkedin da pessoa que tu quer contatar, ela te mostra o e-mail de contato dessa pessoa. Sim! O email direto dela.

 

Então eu fiz o seguinte: mandei um e-mail para ele, relembrando ele de que a gente já havia se encontrado em Florianópolis. 

 

Nós já tínhamos nos visto em um evento e até tiramos uma selfie. 

 

Inclusive, anexei a selfie no e-mail justamente para ele lembrar de mim. Sem erro!

 

Falei pra ele que eu gostaria de seguir o mesmo caminho dele e por isso, eu queria ver a possibilidade de marcar uma call para tirar três dúvidas relacionadas à minha estratégia do marketing de indicação.

 

Falei que eu aguardava o retorno dele e adivinha? Ele me respondeu! 

 

Resumindo, fizemos a call e eu expandi esse aprendizado em um grupo de discussão que eu participo no Facebook.

 

Eu contei pras pessoas que eu tinha feito uma call com o Sean Ellis e é claro que a repercussão disso foi enorme! 

 

Então se apresentem, se conectem, falem, escrevam, não fiquem apenas observando. 

 

O networking não faz nada sozinho. Então mexa-se.

 

Ficou com alguma dúvida? Deixa aqui nos comentários que eu e minha equipe vamos te responder.

 

CONSULTORIA VENDAS POR INDICAÇÃO

(para empresas que faturam acima de R$ 1 milhão ano)

Conheça a consultoria Vendas Por Indicação com Rodrigo Noll, a maior autoridade do Brasil no assunto. Mais de 350 mentorados satisfeitos e mais de R$ 45 milhões colocados no bolso dos seus clientes.

Clique aqui e definitivamente crie um canal de vendas previsíveis, utilizando apenas os seus clientes atuais sem precisar gastar mais em anúncios nem contratar ferramentas caras.  Poucas vagas disponíveis!

 

CURSO CRIANDO CLIENTES VENDEDORES

(para empresas e profissionais que faturam abaixo de R$ 1 milhão ano)

Clique aqui e conheça o curso CCV – Criando Clientes Vendedores

 

Me acompanhe nos outros canais:

 

Instagram, LinkedIn, YouTube e Telegram

 

Curtiu? Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados

CONSULTORIA

Quer ter a ajuda do maior especialista do Brasil em Vendas Por Indicação no seu negócio?

Conheça a nossa consultoria para empresas.